Google Tag Manager

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Caxias Shopping promove feira de produtos organicos


Caxias Shopping promove feira de produtos orgânicos - dia 5 de agosto (domingo) 2012

A Feira do Agricultor Familiar volta ao Caxias Shopping domingo, dia 5 de agosto de 2012, para mais uma edição. 

Uma vez por mês, o evento leva para o Shopping alimentos sem agrotóxico de produzidos nas áreas rurais de Duque de Caxias. 

Quem visitar a feira vai conhecer o trabalho dos produtores, que realizam um cultivo ecologicamente correto e ainda poderá adquirir frutas, verduras e legumes. 

O evento tem o selo “Caxias Rural” e faz parte do projeto de responsabilidade ambiental e sustentabilidade “Caxias Shopping Sustentável”, lançado em 2010.

A Feira do Agricultor Familiar do Caxias Shopping é uma parceria entre Secretaria Municipal do Meio Ambiente e a Prefeitura de Duque de Caxias, e conta com o apoio da EMATER e da Ecowood. 

O evento é gratuito.

SERVIÇO: A Feira do Agricultor Familiar é gratuita e acontece dia 5 de agosto (domingo), 2012, das 12h às 18h, no Caxias Shopping - Rodovia Washington Luiz, 2895 - Duque de Caxias – RJ - Telefone: 2430-5110.


 
_________________________________________
Fonte: www.dablio3.com

W3 . FAZENDO COMUNICAÇÃO DE QUALIDADE

clip_image002.jpgclip_image002.jpg
9K   
clip_image004.jpgclip_image004.jpg
9K  
clip_image006.jpgclip_image006.jpg
9K  

sábado, 28 de julho de 2012

Banco Central lanca moedas de 1 e 5 Reais

Banco Central lança em Agosto de 2012 moedas de R$1,00 e R$5,00 em comemoração aos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

Confira no video abaixo a reportagem completa




Publicado em 28/07/2012 por 
NBR NOTÍCIAS - 27.07.12: O Banco Central lançará, em agosto, duas moedas comemorativas em homenagem à entrega da Bandeira Olímpica ao Brasil: R$ 1 e R$ 5. Esse lançamento é fruto de trabalho conjunto entre o Banco Central do Brasil, a Casa da Moeda e o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Dia da Avo 26 de Julho


















Dia 26 de Julho é o dia da Avó.
Parabéns

Como a minha mulher faz para ter o cabelo sempre lindo

Cabelo sempre lindo da minha mulher. Como ela faz isso?












Estimado leitor, é incrível a criatividade da minha esposa em ter sempre um cabelo lindo, um novo penteado, um corte diferente, uma novidade sexy.

























Resolvi pesquisar o assunto e trazer o que encontrei sobre os Cabelos, para que tanto as mulheres como os homens possam ter sempre um corte de cabelo atraente.
























Para saber tudo sobre o cabelo, clique em Mais informações, abaixo.
































quarta-feira, 25 de julho de 2012

Mega Sena acumulada


Quarta, 25 de Julho de 2012 - 22h33

Mega Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões

O prêmio da Mega Sena acumulou novamente
 e pode chegar a R$ 33 milhões no próximo sorteio, 
marcado para sábado (28/07/202).
 Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 1.409.
 A quina saiu para 96 apostadores (prêmio de R$ 25.376,40) e a quadra, para 6.846 apostadores (prêmio de R$ 508,35). 
As dezenas sorteadas na noite de hoje (25/07/2012) em Caetité (BA) foram: 06 - 19 - 26 - 47 - 50 - 58. (AE)

Todo o portador de Alzheimer precisa ser interditado

Todo o portador de Mal de Alzheimer precisa ser interditado juridicamente, o sinônimo deste mal é demência e atualmente inexiste cura completa, apenas controle
Principais sintomas: confusão, agressividade, depressão, estados de ausência de memória.

Prevenção

Incurável, o Alzheimer ainda não possui uma forma de prevenção. Os médicos acreditam que manter a cabeça ativa e uma boa vida social permite, pelo menos, retardar a manifestação da doença. Entre as atividades recomendadas para estimular a memória, estão: leitura constante, exercícios de aritmética, jogos inteligentes e participação em atividades de grupo.



Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/alzheimer



Sintomas de Alzheimer

Um aspecto fundamental da doença é a manutenção do chamado estado de alerta. A doença não reduz o estado de consciência. O paciente responde tanto aos estímulos internos quanto aos externos. Pode responder mal ou errado, mas está de "olho aberto", acompanhando as pessoas e tudo o que acontece em sua volta. Muitas vezes, os sintomas mais comuns, como a perda da memória e distúrbios de comportamento, são associados ao envelhecimento.
Mesmo com uma aparência saudável, os portadores do Mal de Alzheimer precisam de assistência ao longo das 24 horas do dia. O quadro da doença evolui rapidamente, em média, por um período de cinco a dez anos. Os pacientes, em geral, morrem nessa fase.

Diagnóstico de Alzheimer

Diagnosticar alguém com o Mal de Alzheimer não é tarefa fácil. A família do idoso imagina que se trata apenas de um problema consequente da idade avançada e não procura a ajuda de um especialista. Ao notar sintomas da doença, o próprio portador tende a escondê-los por vergonha. A família precisa estar atenta e, se identificar algo incomum, deve encaminhar o idoso à unidade de saúde mais próxima, mesmo que ela não tenha um geriatra ou um neurologista. É preciso diferenciar o esquecimento normal de manifestações mais graves e frequentes, que são sintomas da doença. Não é porque a pessoa está mais velha que não vai mais se lembrar do que é importante.
O acompanhamento médico é essencial para que se identifique corretamente a existência ou não do Alzheimer. Outras doenças, como a hipertensão - que dificulta a oxigenação do cérebro -, também podem originar falta de memória e sintomas de demências. Existem também demências que podem ser tratadas, como a provocada pelo hipotireoidismo.
Em 2002, o Ministério da Saúde publicou a portaria que instituiu no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) o Programa de Assistência aos Portadores da Doença de Alzheimer. Esse programa funciona por meio dos Centros de Referência em Assistência à Saúde do Idoso, que são responsáveis pelo diagnóstico, tratamento, acompanhamento dos pacientes e orientação aos familiares e atendentes dos portadores de Alzheimer. No momento, há 26 Centros de Referência já cadastrados no Brasil.
O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, vem investindo na capacitação de profissionais do SUS para atendimento aos idosos. O envelhecimento da nossa população é um fenômeno recente, pois, até os anos 50, a expectativa de vida da população era de aproximadamente 40 anos, observa. Atualmente a esperança de vida da população é de 71 anos de idade, lembra a coordenadora.
Estimativas do Ministério da Saúde indicam que 73% das pessoas com mais de 60 anos dependem exclusivamente do SUS. O atendimento aos pacientes que sofrem do Mal de Alzheimer acontece não só nos Centros de Referência em Assistência à Saúde do Idoso, mas também nas unidades ambulatoriais de saúde.


O que é Alzheimer?

No Brasil, existem cerca de 15 milhões de pessoas com mais de 60 anos de idade. Seis por cento delas sofrem do Mal de Alzheimer, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz). Em todo o mundo, 15 milhões de pessoas têm Alzheimer, doença incurável acompanhada de graves transtornos às vítimas. Nos Estados Unidos, é a quarta causa de morte de idosos entre 75 e 80 anos. Perde apenas para infarto, derrame e câncer.
O Mal de Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa que provoca o declínio das funções intelectuais, reduzindo as capacidades de trabalho e relação social e interferindo no comportamento e na personalidade. De início, o paciente começa a perder sua memória mais recente. Pode até lembrar com precisão acontecimentos de anos atrás, mas esquecer que acabou de realizar uma refeição. Com a evolução do quadro, a doença causa grande impacto no cotidiano da pessoa e afeta a capacidade de aprendizado, atenção, orientação, compreensão e linguagem. A pessoa fica cada vez mais dependente da ajuda dos outros, até mesmo para rotinas básicas, como a higiene pessoal e a alimentação.
Alzheimer

Perguntas frequentes

1) Por que interditar a pessoa portadora da doença de Alzheimer?

Um dos grandes problemas causados pela doença de Alzheimer é a redução da capacidade de discernimento, isto é, o doente não consegue entender a consequência dos seus atos, não manifesta a sua vontade, não desenvolve raciocínio lógico por causa dos lapsos de memória e perde a capacidade de comunicação, impossibilitando que as pessoas o compreendam. Por isso, a lei o considera civilmente incapaz.
A interdição serve como medida de proteção para preservar o paciente de determinados riscos que envolvem a prática de certos atos como, por exemplo, evitar que pessoas "experientes" aproveitem-se da deficiência de discernimento do paciente para efetuar manobras desleais, causando diversos prejuízos, principalmente, de ordem patrimonial e moral.
Como exemplo, podemos citar a venda de um imóvel ou de um veículo, retirada de dinheiro do banco, emissão de cheques, entre outros.
A interdição declara a incapacidade do paciente que não poderá, por si próprio, pratica ou exercer pessoalmente determinados atos da vida civil, necessitando, para tanto, ser representado por outra pessoa. Esse representante é o curador.

2) Como interditar o paciente?

A interdição é feita através de processo judicial, sendo necessário, para tanto, a atuação de um advogado. Entretanto, em alguns casos específicos, o Ministério Público poderá atuar, sendo, nesse caso, desnecessária a representação por advogado. No processo de interdição, o paciente será avaliado por perito médico que atestará a capacidade de discernimento da pessoa. O laudo emitido servirá de orientação para o juiz decidir pela intervenção, ou não. Além disso, o paciente deverá ser levado até a presença do juiz (se houver possibilidade) para que este possa conhecê-lo.

3) Quem é o curador?

Curador é o representante do interditado (no caso, o doente de Alzheimer) nomeado pelo juiz, que passará a exercer todos os atos da vida civil no lugar do paciente interditado. Irá administrar os bens, assinar documentos, enfim, cuidará da vida civil do paciente.
Para facilitar a compreensão, é só imaginar a relação existente entre os pais e o filho menor de idade. A criança não pode assinar contratos, quem os assina em seu lugar são seus pais. A criança também não pode movimentar conta no banco, necessitando da representação dos seus pais para tanto. Com a interdição, podemos comparar o paciente interditado como sendo a criança, e os pais, o curador.

4) E a "procuração de plenos poderes", não possui a mesma finalidade da interdição?

Não, a interdição é mais ampla. Se o paciente não for interditado, todos os atos praticados por ele serão válidos, a princípio. Ao passo que, se ele for interditado, seus atos serão NULOS. A procuração, por sua vez, não tem esse "poder", apenas confere ao representante o direito de atuar dentro dos limites a ele conferido na procuração, geralmente administrar patrimônio e assinar documentos - o paciente poderia praticar atos autônomos causando uma série de prejuízos. Atos, estes, que serão tidos como válidos, se praticados com boa-fé. Muitas vezes, a procuração se torna inviável porque o paciente não consegue assiná-la.

5) O que é o auxílio-cuidador pago pelo INSS?

É o acréscimo de 25% ao valor da aposentadoria quando o segurado, aposentado por invalidez, necessita de assistência permanente de outra pessoa. Muitas confusões são feitas em relação a este benefício.
Ele não é devido a quem necessita de um cuidador permanente, mas, sim, a quem se aposentou por invalidez devido a uma doença que precisa de cuidador em tempo integral.

6) O que é o benefício da prestação continuada paga pelo INSS?

É a garantia de um salário mínimo mensal, pago pelo INSS, à pessoa portadora de deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais, que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família. Para ter direito a esse benefício, o idoso não precisa ter contribuído à Seguridade Social, mas precisa provar que sua família possui renda mensal per capta (por pessoa da família) inferior a 1/4 do salário mínimo. Exemplo: um idoso com mais de 65 anos que resida na casa de sua filha, com o genro e mais dois netos. No caso de somente o genro trabalhar e ganhar R$ 1.000,00 por mês. Dividiremos R$ 1.000,00 por cinco pessoas (casal, dois filhos e o idoso), obteremos R$ 200,00 por pessoa - valor menor que um salário mínimo. Assim, nesse exemplo, o idoso tem direito ao benefício.

Causas

A causa do Alzheimer é desconhecida, mas seus efeitos deixam marcas fortes no paciente. Normalmente, atinge a população de idade mais avançada, embora se registrem casos em gente jovem. Os cientistas já conseguiram identificar um componente genético do problema, só que estão longe de uma solução.

Tratamento de Alzheimer

O SUS oferece, por meio do Programa de Medicamentos Excepcionais, a rivastigmina, a galantamina e o donepezil, remédios utilizados para o tratamento. É bom lembrar que os medicamentos não impedem a evolução da doença, que não tem cura. Os medicamentos para a demência têm alguma utilidade no estágio inicial, podendo apenas amenizar ou retardar os efeitos da doença.

1ª. Tratamento dos distúrbios de comportamento:

Para controlar a confusão, a agressividade e a depressão, muito comuns nos idosos com demência. Algumas vezes, só com remédio do tipo calmante e neurolépticos (haldol, neozine, neuleptil, risperidona, melleril,entre outros) pode ser difícil controlar. Assim, temos outros recursos não medicamentosos, para haver um melhor controle da situação.

2ª. Tratamento específico:

Dirigido para tentar melhorar o déficit de memória, corrigindo o desequilíbrio químico do cérebro. Drogas como a rivastigmina (Exelon ou Prometax), donepezil (Eranz), galantamina (Reminyl), entre outras, podem funcionar melhor no início da doença, até a fase intermediária. Porém, seu efeito pode ser temporário, pois a doença de Alzheimer continua, infelizmente, progredindo. Estas drogas possuem efeitos colaterais (principalmente gástrico), que podem inviabilizar o seu uso. Também há o fato de que somente uma parcela dos idosos melhoram efetivamente com o uso destas drogas chamadas anticolinesterásicos, ou seja, não resolve em todos os idosos demenciados. Outra droga, recentemente lançada, é a memantina (Ebix ou Alois), que atua diferente dos anticolinesterásico. A memantina é um antagonista não competitivo dos receptores NMDA do glutamato. É mais usado na fase intermediária para avançada, melhorando, em alguns casos, a dependência do portador para tarefas do dia a dia.
Para saber mais, clique em mais informações, abaixo

terça-feira, 24 de julho de 2012

Qual e a cor purpura

Qual é a cor púrpura?


A cor púrpura é a Violeta (Azul com Vermelho)

Púrpura (cor)

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%BArpura_%28cor%29

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Púrpura
Coordenadas de cor
Tripleto hexadecimal#800080
sRGB (r, g, b)(128, 0, 128)
CMYK (c, m, y, k)(0, 100, 0, 50)
HSV (h, s, v)(300.º, 100%, 50%)    


O termo púrpura (ou roxo) atribui-se a um leque de tons
 entre o vermelho e o azul

Obtém-se misturando as cores primárias; vermelho e azul. 

Não há consenso em relação aos tons que
 podem ser considerados púrpura,
 preferindo algumas pessoas referirem-se
 a magenta ou heliotropo

Uma diferença de sensibilidade ao
 vermelho e ao azul a nível da retina,
 que varia de indivíduo para indivíduo,
 pode causar também discórdia.

Púrpura é por vezes confundida com
 a cor espectral mais facilmente definível
 - violeta.

Em teoria da cor, uma púrpura 
 é definida como qualquer cor não-espectral
 entre violeta e vermelho.

Na pintura, púrpura, é a cor entre magenta
 e violeta com todas as suas matizes e tons.

Índice

História

Espécie através da qual se extrai o pigmento púrpura
Por séculos, a cor púrpura, 
era obtida através de algumas espécies
 de molusco nativos do Mar Mediterrâneo 
 o que causou extinção de algumas delas.

 Pela dificuldade na sua obtenção e
 seu alto preço, o púrpura,
 um dos mais importantes e mais caros
 pigmentos naturais da Antiguidade 
era preparado com tintas de vários moluscos 
 — incluindo Murex brandaris e
 Purpura haemostoma encontrados
 na costa do Mediterrâneo e do
 Atlântico e nas Ilhas Britânicas.


Quantidades enormes destes moluscos
 eram usados para tingir tecidos e ainda
 são encontradas pilhas das cascas dos
 moluscos em alguns sítios históricos na costa grega.

A secreção do molusco está contida
 dentro de uma pequena veia ou cisto
  que, quando quebrada ou partida pela
 mão, segrega um fluido branco. 

Os tecidos eram banhados neste fluido branco
 e postos a secar ao sol que "revela"
 a tintura púrpura brilhante.

O Imperador Bizantino Justiniano I ornado de púrpura de Tiro, representado num mosaico do Século VI na Basílica de San Vitale.
Os diferentes tons dependem do tipo de molusco
 e o tipo de extração do fluido branco. 

Segundo Plínio, o melhor pigmento 
era extraído em Tiro, no Mediterrâneo oriental,
 e era a cor utilizada nas vestes reais romanas,
 cor que até aos dias de hoje simboliza realeza.

A púrpura foi sem dúvida o corante 
de maior renome e mais caro de
 todos os corantes antigos.
 Era um símbolo de riqueza e distinção.
 Na Roma antiga só o imperador 
 tinha o direito de a usar.
 
O imperador Nero chegou a punir com
 a morte o seu uso. O corante era produzido
 a partir de espécies de um molusco do género Murex.
 Cada espécie do molusco dava a sua variedade de púrpura.

Já os fenícios obtinham o pigmento púrpura
 de algumas espécies de moluscos gastrópodes
  do género Múrex, uma das espécies que se
 comem em Espanha com o nome «cañadilla»
 ou «cañaílla».

Em Tiro, a púrpura mais apreciada era
 extraída da espécie Murex brandaris.
 Na cidade de Sídon a espécie Murex trunculus
 era fonte de uma púrpura cor de ametista.

O pigmento está presente numa secreção
 mucosa produzida pela glândula hipocondrial 
 situada junto do trato respiratório.

 Esta secreção é incolor enquanto
 fresca mudando de cor quando exposta ao sol,
 passando pelo amarelo, em seguida pelo verde
 e só depois surgindo a cor púrpura característica.

O método geral de produção do corante
 consistia em esmagar os moluscos inteiros,
 ou abri-los e retirar a glândula,
 em seguida salgar essa massa durante três dias
 e finalmente ferver o conjunto em água
 durante dez dias.
O resultado era uma solução clara,
 concentrada, do corante. 
Restos da carne do molusco
 eram separados por decantação. 
O tecido era mergulhado na solução do
 corante e em seguida posto ao sol
 para que a cor aparecesse.

Ver também

O Commons possui uma categoria com multimídias sobre Púrpura

Referências

Ligações externas

segunda-feira, 23 de julho de 2012

O que gera cheiro bom e cheiro mal na pele

O que gera cheiro bom e cheiro mal na pele












Fonte:http://www.ibahia.com/a/blogs/coisasdeliz/2011/01/17/cheiros/

O cheiro bom...

Não sei vocês mas para mim, se tem algo que marca uma pessoa é o cheiro dela. 

É automático…se o pensamento vem, os sentidos resgatam a voz, os gestos e o cheiro. 

Não precisa ser necessariamente de um perfume…pode ser da pele.
 Obviamente, me refiro à cheiro bom, ok? 
Se for ruim, não dá nem para se envolver, concordam?

É uma delícia quando coincide encontrar alguém que use um perfume que você gosta ou até que você não conhecia, mas fica encantado pelo bom gosto da pessoa. 

Por outro lado, existem aqueles que não usam nenhuma fragrância, mas tem cheirinho de roupa limpa, cheirinho de banho, cheirinho de quero mais…cheirinho de quero ficar perto.

É como se depois de um abraço, fosse possível ficar com um pedacinho da pessoa em você. 

Assim como música, perfume é algo que marca bastante um relacionamento… marca de forma boa, mas também pode estragar o que poderia ser bom…

Não foi por falta de perfume, mas pelo excesso dele que uma mulher quase acaba um recente namoro. A primeira vez que ficaram juntos, foi no final de uma balada qualquer e como o teor de álcool já deturpava alguns sentidos, ela não percebeu nenhum perfume nele, mas o cara era bacana e fazia parte daquelas raríssimas exceções que ligam no dia seguinte. 

Ligou, marcou e foi pegá-la em casa. Quando a moça entrou no carro, parecia que tinha mergulhado o nariz em um balde de essência. O perfume era muito, muito, mas muito forte e ruim… ademais ainda que fosse bom, teria se tornado enjoativo por conta do excesso.

Ela conseguiu chegar com o pouco ar que lhe restava ao restaurante, negligenciou a dor de cabeça adquirida e tentou curtir a companhia e fazer com que a noite fosse agradável. 

Não se sentiu a vontade para falar que o rapaz tinha exagerado no borrifador e decidiu que em uma próxima oportunidade, tocaria no assunto. 

Marcaram um segundo encontro e lá estava ele, novamente, com o cheiro que incendiava o quarteirão. 

Não se sabe se era psicológico, mas antes que ele tocasse o interfone, ela já sabia que ele tinha chegado, pois o nariz sinalizava.
Saíram várias outras vezes… a cada encontro ela dava indiretas do tipo:

- Nossa! Você tá MUITO cheiroso! Caprichou no perfume, hein?
- Estou com muita dor de cabeça hoje, nem usei perfume…acho que estou ficando alérgica.
- Que perfume é esse que você usa? Aham…marcante, não?
- Desculpe o atraso, amor! É que no Fantástico tava passando uma matéria sensacional sobre como usar perfume de forma certa e educada.

Mas nada parecia abalar o rapaz…ou ele não entendia as indiretas, ou se achava acima do bem e do mal. 

Foi então que um dia ela decidiu deixar a vergonha em casa e falou de forma clara e detalhada que aquele perfume estava atrapalhando a relação deles. 

Que ele era uma pessoa muito legal, que ela estava super apaixonada, mas que aquele cheiro estava pondo em risco o que poderia vir a ser um namoro estável e feliz.

Foi aí que ele então trocou o perfume que usava por um indicado por ela, mas que ele gostou, claro! 

Felizmente, tudo continuou bem e eles ainda estão juntos. 

Seria horrível saber que uma história de amor foi interrompida por causa de um “espanta nigrinha”… sem nenhuma ofensa à minha a esta moça!

Início de namoro é assim mesmo…hora de fazer alguns ajustes! 


Fonte: http://corpo-saude.wmnett.com.br/corpo-odor.html

O cheiro mal...

Odor corporal- OC

Investigações médicas recentes mostraram que algumas pessoas com odor corporal sofrem de graves problemas em seus relacionamentos pessoais e sociais, bem como baixa perspectivas de promoção no trabalho,baixo rendimento educacional por causa da provocação e intimidação junto com graus enorme de stress, o que com o passar do tempo levar até a casos de alcoolismo, tabagismo ou uso excessivo de drogas e, em alguns casos ao suicídio.

 Sentimentos de vergonha, baixa auto-estima, isolamento, frustração, ansiedade e depressão são extremamente comum em indivíduos que apresentam este problema.  

Embora os doentes e suas famílias podem ser orientados, aconselhados, e ao mesmo tempo aprender a lidar com o estresse do problema, outros fatores são extremamente importantes. 

Estratégias de longo prazo e as abordagens que tratam das causas subjacentes do aumento do odor corporal são provavelmente muito mais importante. odor corporal corpo humano 

Certamente a resposta não está em anti-transpirantes e sprays de desodorante que mascaram somente o problema, embora estas formas seguras são úteis a curto prazo - contanto que eles não e causem outro problema para a pessoa - por exemplo: aumentando a exposição e absorção de alumínio - agora implicado na doença de Alzheimer.

Causas

A razão pela qual algumas pessoas cheiram muito forte pode ter várias causas - algumas não são facilmente corrigidas - e são essas que precisam ser tratadas.  

Quando o O.C.(odor corporal) é simplesmente um resultado da falta de banho (e / ou limpeza / lavagem de roupas), as soluções são igualmente simples - uma melhor higiene, o banho regular / banho, bem como a lavagem regular de roupas - que o ideal é que fossem de fibras naturais como o algodão .  

Muitos odores são causados pela atividade bacteriana na pele pelo suor que secou na pele - e isso torna as pessoas que suam excessivamente maior probabilidade de serem afetadas. 

Em algumas pessoas mais nervosas e tensas é comum suarem mais, enquanto em outras mais calmas tendem a suar menos. 

Então, manter baixos os níveis de estresse é importante para as pessoas que suam muito.  

Táticas como a aprendizagem de métodos de relaxamento e técnicas de enfrentamento de estresse, juntamente com o equilíbrio nutricional, tudo isso ajuda a reduzir essa tendência.  

Para sabe mais, clique em Mais informações, abaixo.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Fato jovens adoram isso

Fato jovens adoram isso



Mas jovens adoram isso também 

 Liberdade de escolha!
Você concorda?





Quem e voce

Quem é você?

Estimado leitor,
A Revista Você S/A desta semana aborda um assunto muito interessante.
O auto conhecimento profissional e como a pessoa vê a si mesma e como é vista por seus colegas.
Para quem tem conta no LinkedIn, recomendo o sistema de avaliação gratuito de grande alcance chamado ProSpective e desenvolvido pela Korn Ferry's Internacional.

Confira no link abaixo e faça o seu também. Você vai gostar.
https://linkedin.kornferry.com/InSight/MyResults/D08BA0E479A149BCB3E79D28228F0717?Preview=Yes
 
Veja os meus resultados e confira que interessante e muito útil para você também.







quarta-feira, 18 de julho de 2012

Laszlo Ghillany meu avo







László Ghillány (1881 - 1972)

Found 10 Records , 6 Photos and 18 Family Trees

Born in Klemberk on 12 Mar 1881. László married Lenke Meliorisz and had 4 children. He passed away on 5 Apr 1972.
Find more historical records for László Ghillány »

Potential photos and documents for László Ghillány

László Ghillány László Ghillány László Ghillány László Ghillány
View All 6 Images » 

Biografia de Imre Ghillany

Fonte http://en.wikipedia.org/wiki/Imre_Ghill%C3%A1ny


Biografia de Imre Ghillány

Imre Ghillány

 Ghillány Imre Baron (Filch, 1860 28 de julho - Sashalom, 23 de setembro 1922): político, ministro.  

 

1903-1905 em vm Muddy.  

Senhor Tenente, se demitiu em 1905.  

Em 1910, foi o representante do grupo de trabalho nacional do programa Presov.  

 

O presidente do grupo de trabalho do vice. 

 

O governo 1913th, Tisza junho 10 para a 1917 junho 15 Ministro da Agricultura.  

 

Durante a era Horthy estavam entre os primeiros; entrou no Partido Unido formado por István Bethlen.  

 

No Banco de Crédito Geral húngaro era um membro do Conselho de Administração.  

 

Ele era um membro da Câmara Alta.

Para ver o original em inglês clique em Mais informações, abaixo 

From Wikipedia, the free encyclopedia
Jump to: navigation, search
Imre Ghillány
Minister of Agriculture of Hungary
In office
10 June 1913 – 15 June 1917
Preceded byBéla Serényi
Succeeded byBéla Mezőssy
Personal details
Born28 July 1860
Frics, Kingdom of Hungary
Died23 September 1922 (aged 62)
Sashalom (now: part of Budapest), Kingdom of Hungary
Political partyParty of National Work, Unity Party
Professionpolitician
Baron Imre Ghillány (28 July 1860 – 23 September 1922) was a Hungarian politician, who served as Minister of Agriculture between 1913 and 1917. He was the főispán of Sáros County from 1903 until his resignation in 1905. He became a member of the Diet of Hungary in 1910 as representative of Eperjes. Ghillány was one of the deputy chairmen of the Party of National Work. During the Regency he was one of the first politicians who joined to the Unity Party, which founded by István Bethlen. He was a member of the House of Magnates until his death.

References

Political offices
Preceded by
Béla Serényi
Minister of Agriculture
1913–1917
Succeeded by
Béla Mezőssy


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda