Google Tag Manager

domingo, 28 de abril de 2013

28 de abril Dia da Educacao - A escola que queremos

28 de abril, Dia da Educação - A Escola que queremos



 "O que seria do mundo sem um professor ?

 Não há uma pessoa que não esteve ao lado de um professor, desde o ensino fundamental , ensino médio , geralmente faculdade ou mesmo curso técnico;  muitos deles nos acompanham até podermos seguir nosso próprio caminho  e  tomar nossas próprias decisões sem a sua ajuda e seus conselhos e alguns nos fazem o admirar e criar o nosso futuro seguindo sua imagem. 

Mas o que seria do mundo sem um professor ? 
Acho que a resposta perfeita seria um mundo sem história , sem tecnologia um nada ! 
Porque são os professores que movimentam o mundo pelo fato de que são sábios e criam gênios; por esse motivo  devem ser respeitados e valorizados sempre; por que todo país tem que ter uma boa educação para ser considerado um país digno.
    Finalizando todos nós somos dependentes dos professores até nos tornarmos 
 um ou criar nosso próprio caminho."

    Laisla Cristina Lamin, seguindo minha opinião.

O dia 28 de abril de 2013 é o dia da educação.








PARABÉNS!



Gostaria neste dia de agradecer a Deus pela benção de ter me tornado professor de educação profissional e professor de inglês além de coach e consultor empresarial, após ter me tornado engenheiro e ter feito carreira na indústria.

Gostaria de agradecer aos meus estudantes, profissionais, companheiros e colegas e me colocaram a caminho do aprendizado.
Obrigado aos Coordenadores Pedagógicos, Diretores, Gerentes de TI, Especialistas em Mídia Social e amigos virtuais em todo o mundo.

Gostaria de compartilhar algumas palavras de alguém a quem tenho grande admiração: Rubem Alves. Video de 55 minutos detalhado, abaixo.

"O que incentiva os alunos são os pensamentos e os sentimentos do professor."
"O papel do professor é ensinar os estudantes a pensar por conta própria."
"A avaliação do professor dever ser a avaliação da capacidade de pensar do estudante."
"É preciso medir a capacidade de pensar. Para se fazer isso é preciso fazer o estudante escrever uma redação."
"Cabe ao professor despertar a curiosidade no estudante; criar a alegria de pensar."
"Cabe aos pais, antes da criança dormi,r ler para ela, a fim de estabelecer uma relação amorosa com a leitura."
"Qual é o aprendizado? O aprendizado é o que fica após o processo natural de esquecimento."


Estimado leitor, em 2007, tive a oportunidade de conhecer o Professor José Pacheco da Escola da Ponte. Foi uma experiência esclarecedora para mim.

O Professor Rubem Alves escreveu o Livro: A Escola que sempre sonhei sem saber que existia, onde ele aborda a Escola da Ponte com admiração. Sempre que posso procuro aplicar estes princípios e sempre baseado nos grandes pensadores da educação.

Ensino o que sei desde a minha infância e sempre me pergunto: "Para que serve isto que estou ensinando? Qual a utilidade prática disto para os meus estudantes?"

Durante anos enfrentei algumas oposições veladas, partindo de alguns poucos alunos que na época ainda precisavam do alcance de compreender as minhas intenções e que esperavam um docente bem mais convencional. Eles buscavam alguém que dispensa-se-os de pensar, porque eles diziam que pensar dói...

Entretanto a esmagadora maioria de meus estudante de ontem são meus amigos hoje e ainda se lembram de muita coisa que estudamos e aprendemos juntos.  

Me sinto profundamente feliz e agradecido por ser professor e por ter recebido este dom que é um sacerdócio.


Video de 10 minutos - um resumo importante.

Fui desafiado a escrever sobre a Escola que Queremos - A Escola do Futuro - Como elaborar um Projeto Político Pedagógico que considere o paradigma da sociedade informacional em seu bojo contemplando novas metodologias de ensino e a gestão do conhecimento?

















Para saber mais, clique em Mais informações abaixo.







A Escola do Futuro

Toda escola tem objetivos que deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar.

O conjunto dessas aspirações, bem como os meios para concretizá-las, é o que dá forma e vida ao chamado projeto político-pedagógico - o famoso PPP.


O PPP ganha a força de um guia - aquele que indica a direção a seguir, não apenas para gestores e professores mas também funcionários, alunos e famílias.

Ele precisa ser completo o suficiente para não deixar dúvidas sobre essa rota e flexível o bastante para se adaptar às necessidades de aprendizagem dos estudantes.

É um documento a ser consultado, antes da tomada de cada decisão importante.

É uma declaração de Missão, Visão, Princípios e Valores, Planos de Ação e Metas, da Instituição de Ensino.

É muito importante mobilizar esforços para disseminar o PPP ao longo de toda a escola, professores, estudantes e comunidade e manter o PPP sempre atualizado.

Para haver comprometimento é preciso haver envolvimento.
O envolvimento é fundamental para o sucesso da aplicação do PPP.
Para isso ele precisa ser estudado.

Como estuda-lo? Pesquisa, pergunta, leia, recite, reveja.
Ou seja torne o PPP uma referência, após conhece-lo bem.

Na medida que o PPP serve de referência para discussões, comparações, experiências e ações de curto, médio e longo prazos.

Para isso é preciso que o PPP seja prático, relacionado à vida, além de cumprir as exigência da legislação e da LDB - Lei de Diretrizes e Base da Educação, número 9394 de 1996.

É preciso que a comunidade escolar participe da elaboração e atualização do documento.

É preciso que o PPP possa ser acessível a todos, para que ele possa ser um dos pilares de uma gestão democrática.

Envolver, comprometer, compartilhar a responsabilidade de definir os rumos da escola é um grande desafio.


O PPP deve ter uma redação em linguagem clara e acessível.

Alguns tópicos importantes que contemplam o PPP podem ser: 

1- Missão
2- Clientela
3- Dados sobre a aprendizagem
4- Relação com as famílias
5- Recursos
6- Diretrizes pedagógicas
7- Plano de ação




A LDB ressalta a importância do PPP em vários de seus artigos:

 No artigo 12, inciso I, que vem sendo chamado o artigo da escola, a Lei dá aos estabelecimentos de ensino a incumbência de elaborar e executar sua proposta pedagógica. 
O artigo 12, inciso VII define como incumbência da escola, informar os pais e responsáveis sobre a freqüência e o rendimento dos alunos, bem como sobre a execução de sua proposta pedagógica. 
No artigo 13, chamado o artigo dos professores , aparecem como incumbências desse segmento, entre outras, as de
 participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino (Inciso I) 
e elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino (Inciso II). 

No artigo 14, em que são definidos os princípios da gestão democrática, o primeiro deles é a participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola. 

Dessa forma, essa é uma exigência legal que precisa ser transformada em realidade por todas as escolas do país. 

Entretanto, não se trata apenas de assegurar o cumprimento da legislação vigente, mas, sobretudo, de garantir um momento privilegiado de construção, organização, decisão e autonomia da escola. 

Por isso, é importante evitar que essa exigência se reduza a mais uma atividade burocrática e formal a ser cumprida.

Um projeto político-pedagógico voltado para construir e assegurar a gestão democrática se caracteriza por sua elaboração coletiva e não se constitui em um agrupamento de projetos individuais, ou em um plano apenas construído dentro de normas técnicas para ser apresentado às autoridades superiores.

Mas o que é mesmo o projeto político-pedagógico?
 Segundo Libâneo (2004), é o documento que detalha objetivos, diretrizes e ações do processo educativo a ser desenvolvido na escola, expressando a síntese das exigências sociais e legais do sistema de ensino e os propósitos e expectativas da comunidade escolar. 

Na verdade, o projeto político-pedagógico é a expressão da cultura da escola com sua (re) criação e desenvolvimento, pois expressa a cultura da escola, impregnada de crenças, valores, significados, modos de pensar e agir das pessoas que participaram da sua elaboração. Assim, o projeto orienta a prática de produzir uma realidade.

Como adequar o PPP a nossa realidade atual?
Como imaginamos a Escola do Futuro?
Como contemplar as novas metodologias de ensino?
Como considerar a gestão do conhecimento e a sociedade informacional?
Como as mídias sociais, internet, computadores, notebooks, tablets, celulares e outros dispositivos de acesso a informação devem ser considerados em sala de aula e fora dela?

Um PPP é constituído de diversas perguntas cujas respostas estão condicionadas à realidade de cada instituição de ensino atual e onde ela pretende chegar.
Por exemplo:
Quais os principais problemas dessa comunidade? Que formas a escola tem de inserção na comunidade? 
Como o seu espaço é utilizado pela comunidade? 

Que limitações ou possibilidades a escola percebe nas suas relações com a comunidade?

Quem é o aluno que frequenta a escola?

Há alunos em idade escolar fora da escola na comunidade?

Existem alunos com jornada formal de trabalho?
Como se vêm dando o desempenho escolar dos alunos nos últimos dois anos? 

Quais são os índices de aprovação, reprovação e evasão apresentados pela escola?

Qual a relação entre a idade dos alunos e a série que frequentam?

Quem são os profissionais que atuam na escola?

O número de professores é suficiente para atender os alunos?

Qual a qualificação dos professores?
A escola tem funcionários em número suficiente? 

Há agentes de apoio pedagógico?
Quais são as condições físicas e materiais da escola? 

Quais as condições de uso das dependências escolares?

Como vem sendo utilizado o tempo pedagógico?

Quantas turmas ela atende?
Como são organizadas as classes? 
Como está organizado o espaço da escola? 
Ele vem se constituindo em espaço de formação da cidadania? 

Segundo Vasconcellos (2002), a estrutura básica de um projeto político-pedagógico comporta três grandes elementos: marco referencial, diagnóstico e programação.

MARCO REFERENCIAL.

O marco referencial trabalha com a dimensão dafinalidade:

Como a sociedade se apresenta?

Que aspectos precisam ser transformados?

O que se espera da escola pública hoje?

Que cidadão queremos formar?

Com que concepções de educação, de ensino-aprendizagem e de avaliação queremos trabalhar?

DIAGNÓSTICO.

O diagnóstico trabalha a dimensão da realidade:

Que características (sociais, econômicas, culturais) têm a comunidade, a escola e a clientela a que a escola atende?

Como se apresenta à realidade da escola hoje?

Que características tem a gestão da escola?

Como se dá a participação da comunidade na gestão da escola?

Que formas de organização escolar são adotadas?

Como estão as relações interpessoais no interior da escola?

Que características têm o trabalho pedagógico desenvolvido na escola?

Como se apresentam os resultados da aprendizagem?

Que processos e instrumentos de avaliação são utilizados?

O diagnóstico não deve apenas ser descritivo, mas tem de ser também analítico.

Deve identificar necessidades de mudanças, ou seja, responder: o que nos falta para ser o que desejamos?

PROGRAMAÇÃO.

A programação é a dimensão do projeto, da mediação, do desejo coletivamente construído:

a definição do que vai ser feito e

dos meios para a superação dos problemas detetados,

em busca da qualidade da educação oferecida pela escola.

É a proposta de ação.

Ou seja: definição do que é necessário e possível fazer para diminuir a distância entre o que a escola é e o que deveria ser.

Quanto à periodicidade, a programação ou projeto pode ter abrangência anual, bianual ou outra definida pelo grupo.


Essas e outras questões, a depender do momento e do contexto, poderão ser utilizadas tanto para identificar quanto para avaliar os avanços alcançados pela escola na construção de sua identidade e contemplar essa questão no seu projeto político-pedagógico.

Um exemplo disso é a proposta da Escola Mandala da Rede FAETEC do Rio de Janeiro.





















Bibliografia

Planejamento Dialógico: Como Construir o Projeto Político-Pedagógico da Escola, Paulo Roberto Padilha,
160 págs., Ed. Cortez, tel. (11) 3611-9616, 28 reais
Planejamento: Projeto de Ensino-Aprendizagem e Projeto Político-Pedagógico, Celso dos Santos Vasconcellos, 208 pág., Ed. Libertad, tel. (11) 5062-8515, 40 reais
Projeto Político-Pedagógico: Construção e Implementação na Escola, Cássia Ravena Mulin de Assis Medel, 128 págs., Ed. Autores Associados, tel. (19) 3249-2800, 29 reais



BRASIL, Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5.ed. Goiânia: Editora Alternativa, 2004.
MACHADO, José Nilson. Educação: Projetos e Valores. São Paulo. Escrituras Editora, 2000. (Coleção ensaios transversais)
MACHADO,L.M. e SILVA, C.S.B. da. Nova LDB. Trajetória para a cidadania?. São Paulo: Arte & Ciência, 1998.
MADEIRA, Ana Isabel. A importância do diagnostico da situação na elaboração do projecto educativo de escola. IN: Inovação. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, vol. 8, nºs 1 e 2, 1995.
MOREIRA, A. F. & SILVA, T. T. (orgs) Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez Editora, 1994.
PORTELA,Adélia Luiza e ATTA, Dilza Maria Andrade. A Dimensão Pedagógica da Gestão da Educação. In:RODRIGUES Maristela e BRAGA Ana Catarina (orgs.) Guia de Consulta para o Programa de Apoio aos Secretários Municipais de Educação – PRASEM II Brasília: FUNDESCOLA/MEC, 1999. p. 77 a 114.
VASCONCELLOS, Celso S. Planejamento: projeto de ensino aprendizagem e político-pedagógico.São Paulo: Libertad, 2002.

Acidente NASA desenha penis em Marte

Acidente NASA desenha penis em Marte





Os robots enviados pela NASA a Marte decidiram deixar a sua marca no planeta de uma forma, um tanto ou quanto, curiosa. 

É que as marcas dos pneus do robot desenharam sobre a superfície aquilo que parece ser um penis. 

E as imagens não enganam.

DR
MUNDO

13:25 - 26 de Abril de 2013 | Por Notícias Ao Minuto

Enviados há nove anos para Marte, os dois robots de exploração, o Spirit e o Opportunity, deixaram marcas dos pneus no solo do planeta, mas o desenho não saiu como o planejado, escreve o The Huffington Post.

Estes dois robots têm percorrido o planeta vermelho de modo a obter mais informações sobre a possibilidade de ser habitável. Uma das suas tarefas é andar em círculos em determinados locais, mas, ao que parece, a programação de um dos robots bloqueou e o movimento giratório fez com que desenhasse um penis em plena superfície de Marte.

A fotografia original pode ser vista no site da NASA, que neste fim-de-semana teve graves problemas devido ao elevado número de acessos para ver a imagem.

sábado, 27 de abril de 2013

Heino Fredy O maior cantor popular alemao dos anos 80

Heino (Fredy) O maior cantor popular alemão dos anos 80









Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=yWGFTgUAVhU


As 20 mais belas musicas folcloricas Alemas de todos os tempos

As 20 mais belas músicas folclóricas Alemãs de todos os tempos







Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=C8D0Z4EZqOc



Folclore Alemão ou Bandinha Alemã
Fonte: 
https://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%BAsica_folcl%C3%B3rica_alem%C3%A3


Música folclórica alemã, também conhecida como bandinha alemã é o termo usado para se referir à música folclórica dos imigrantes alemães.

Junto com a Música nativista e a Tchê music é um ritmo de música popular na Região Sul do Brasil

Atualmente, vem ganhando grande apoio popular e deixando suas raízes "folk" um tanto de lado, não tendo mais muita ligação atualmente com a música folclórica da Alemanha.

As bandas podem cantar em português, alemão ou até mesmo mesclar os dois idiomas numa mesma música

sexta-feira, 26 de abril de 2013

O Oraculo Secreto de Papus parte 36 de 36 ultima parte

O Oraculo Secreto de Papus parte 36 de 36 ultima parte - Doença de Cama

Estimado leitor, chegamos a última parte do Oráculo Secreto de Papus.

Espero que o esforço de simplificar um tema tão profundo possa ser atingido e rogo a compreensão do leitor.

Agradeço a Deus e a Francisco Valdomiro Lorenz pela inspiração dada para estas postagens e peço humildemente para que quem venha usar estas informações que o faça sempre com o fim de prestar serviço ativo e útil no bem.
Muito obrigado! Jorge Purgly


Como fazer da Tábua Astrológica de Papus um oráculo simples, divertido e funcional, que auxilie nas respostas buscadas pelas pessoas?

Em busca de uma solução para este desafio seguem estas 36 postagens, uma por dia, correspondente a cada uma das casas da Tabua Astrológica de Papus, que esperamos sejam de grande utilidade para o estimado leitor.

É importante saber que existem casas e cartas.

As casas são fixas e nunca mudam de lugar.

As cartas são móveis de dependem de embaralhar e distribuir para caírem nas casas.

Da combinação de casas e cartas é que se faz a leitura. Assim é preciso conhecer ambas e qual o resultado da combinação.

É isto que buscamos nesta modesta compilação de informações.
Para jogar este oráculo é preciso marcar sobre uma mesa 36 lugares, uma para cada casa.
Embaralhar um baralho comum e distribui-lo sobre as 36 casas.

Aí começa a leitura.

Para simplificar, consideramos a sigla PaCOtEs - Paus, Copas, Ouros, Espadas

Paus são Bastões, abreviados pela letra B.

Copas são Taças, abreviadas pela letra T.

Ouros são Moedas, abreviadas pela letra M.

Espadas são Gládios (Gladiadores), abreviadas pelas letra G.

O símbolo de 36 - Doença é o termômetro clinico com uma pessoa de cama.

Sobre esta casa podemos ter as seguintes cartas T,B,M ou G.

Significado:

T= Breve Doença - O consulente irá passar por uma doença breve e terá rápida recuperação.

B= Leve Doença - O consulente irá ter uma doença leve e terá boa recuperação.

M= Indisposição - O consulente deverá ter cuidado com uma indisposição que poderá evoluir para uma doença. Convém consultar um médico.

G= Inimigos atingidos por doença - Pessoas que o consulente não gosta serão atingidos por doença.

Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.


quinta-feira, 25 de abril de 2013

O Oraculo Secreto de Papus 35 de 36 A Ambicao

O Oraculo Secreto de Papus 35 de 36 - A Ambição


Como fazer da Tábua Astrológica de Papus um oráculo simples, divertido e funcional, que auxilie nas respostas buscadas pelas pessoas?

Em busca de uma solução para este desafio seguem estas 36 postagens, uma por dia, correspondente a cada uma das casas da Tabua Astrológica de Papus, que esperamos sejam de grande utilidade para o estimado leitor.

É importante saber que existem casas e cartas.

As casas são fixas e nunca mudam de lugar.

As cartas são móveis de dependem de embaralhar e distribuir para caírem nas casas.

Da combinação de casas e cartas é que se faz a leitura. Assim é preciso conhecer ambas e qual o resultado da combinação.

É isto que buscamos nesta modesta compilação de informações.
Para jogar este oráculo é preciso marcar sobre uma mesa 36 lugares, uma para cada casa.
Embaralhar um baralho comum e distribui-lo sobre as 36 casas.

Aí começa a leitura.

Para simplificar, consideramos a sigla PaCOtEs - Paus, Copas, Ouros, Espadas

Paus são Bastões, abreviados pela letra B.

Copas são Taças, abreviadas pela letra T.

Ouros são Moedas, abreviadas pela letra M.

Espadas são Gládios (Gladiadores), abreviadas pelas letra G.

O símbolo de 35- A ambição

Sobre esta casa podemos ter as seguintes cartas T,B,M ou G.

Significado:

T= Positiva - O consulente pode contar com uma ambição positiva.

B= Apoio - O consulente poderá contar com a ajuda de amigos.

M= Inveja - A ambição do consulente é boa. Ele precisa ficar em silêncio para evitar a inveja de outras pessoas.

G= Perdas - Poderão haver perdas por traição da confiança de alguém mais próximo do consulente que poderá prejudicar a sua ambição.

Escorpiao amarelo se reproduz sem parceiro em Indaial SC

Escorpião amarelo é uma variedade onde todos são femeas e que se reproduzem sozinhos sem a presença de parceiro. Foi encontrado em Indaial, Santa Catarina, no final de 2012.









3 escorpiões foram encontrados em residências de Indaial. Os mesmos se reproduzem preferencialmente em lugares onde há entulhos, cacos de telha, restos de tijolo, etc.

Confira abaixo a reportagem da RBS TV realizada na época (14/08/2012)  é veiculada no YouTube no seguinte endereço:
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=xlcPFuliHcs




Escorpião-amarelo
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fonte: 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Escorpi%C3%A3o-amarelo


Tityus serrulatus



Classificação científica

Reino: Animalia

Filo: Arthropoda

Classe: Arachnida

Ordem: Scorpiones

Família: Buthidae

Género: Tityus

Espécie: T. serrulatus


Nome binomial
Tityus serrulatus
Lutz & Mello, 1922


O Tityus serrulatus, conhecido popularmente como escorpião-amarelo , é um escorpião típico do Sudeste do Brasil, e a principal espécie que causa acidentes graves,com registro de obitos, principalmente em crianças.

 Principais características: possui as pernas e cauda amarelo-clara, e o tronco escuro. 

A denominação da especie e devida a presença de uma serrilha nos 3o e 4o aneis da cauda. 

Mede ate 7 cm de comprimento. 

Sua reprodução e partenogenética, na qual cada mãe tem aproximadamente dois partos com, em media, 20 filhotes cada, por ano, chegando a 160 filhotes durante a vida. 

Devido aos hábitos domiciliares e à periculosidade da picada é responsável pela maioria dos acidentes escorpiônicos verificados no Brasil, em região urbana e devido ainda à grande expansão de distribuição nos últimos 25 anos.(Secretaria de Vigilância em Saúde/MS)


Índice
1 Reprodução
2 Distribuição
3 Veneno
4 Encontros e Acidentes
5 Notas e referências

Reprodução

Os escorpiões são animais vivíparos. 
O período de gestação é variado mas, em geral, dura três meses para o gênero Tityus. 
Durante o parto, a fêmea eleva o corpo e faz um “cesto” com as pernas dianteiras, apoiando-se nas posteriores. 
Os filhotes recém-nascidos sobem no dorso da mãe através do “cesto” e ali permanecem por alguns dias quando, então, realizam a primeira troca de pele. 

Passados mais alguns dias, abandonam o dorso da mãe e passam a ter vida independente. 
O período entre o nascimento e a dispersão dos filhotes varia bastante. 
Para Tityus serrulatus é de aproximadamente 14 dias. 
Os escorpiões trocam de pele periodicamente, em um processo denominado ecdise; a pele antiga é a exúvia. 
Passam por um número limitado de mudas até a maturidade sexual, quando então param de crescer. 

A espécie T. serrulatus (escorpião amarelo) reproduz-se por partenogênese. Assim, só existem fêmeas e todo indivíduo adulto pode parir sem a necessidade de acasalamento. 

Este fenômeno facilita sua dispersão; por causa da adaptação a qualquer ambiente, uma vez transportado de um local a outro (introdução passiva), instala-se e prolifera com muita rapidez. 

Além disso, a introdução de T. serrulatus em um ambiente pode levar ao desaparecimento de outras espécies de escorpiões devido à competição. 

A espécie possui uma característica rara entre os escorpiões. Tal fato possibilita que um único espécime transportado para um novo local possa se reproduzir e desenvolver uma colônia. Por muito tempo julgou-se que a espécie era exclusivamente partenogênica, recentemente foi descoberta uma população com a divisão de gêneros e reprodução sexuada, no norte do estado de Minas Gerais e na Bahia 2 .
Distribuição

Distribuição geográfica: antes restrita a Minas Gerais, devido à sua boa adaptação a ambientes urbanos e sua rápida e grande proliferação, hoje tem sua distribuição ampliada para Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Pernambuco, Sergipe, Piauí, Rio Grande do Norte, Goiás, Distrito Federal e, mais recentemente, alguns registros foram relatados para Santa Catarina.(Ministério da Saúde).

Veneno

O veneno de todos os escorpiões tem efeito neurotóxico, ou seja, age no sistema nervoso
A picada é extremamente dolorosa, provoca dor intensa no local afetado e se dispersa por todo o corpo, levando a vítima a um estado de hiperestesia, fazendo com que o doente fique extremamente sensível ao menor toque em todo o corpo. A ação neurotrópica da peçonha age sobre o bulbo (medula oblonga) região importantíssima do encéfalo que controla os movimentos respiratórios e cardíacos, além dos movimentos peristálticos, mas sua ação é específica sobre a região do bulbo controladora da respiração, o que faz com que a vítima morra por parada respiratória.
Encontros e Acidentes

Os contatos entre seres humanos e o Tityus serrulatus são muito frequentes, o detalhe é que esse escorpião por natureza nos ataca ao sentir ameaçado. 

Em casos de acidente recomenda-se não "sugar" o veneno do local acidentado, não fazer torniquete, incisões ou cutucar o local, para não agravar a situação. 

Procure um médico, e sempre que possível levar o escorpião junto. Recomenda-se também que ao encontrar o escorpião não tente pega-lo com a mão, pois ele pode picar você, chame um técnico do CCZ e só em ultimo caso capture-o você mesmo, usando luvas de couro, calçados grossos e fechados, calça e camisa de manga comprida, onde é bom usar algum objeto como uma pá de recolher lixo, e uma vassoura.

Notas e referências

PEIXOTO, Aristeu Mendes, et al, Editora da Universidade de São Paulo, Enciclopédia Agrícola Brasileira vol. 3, São Paulo: 2000.
LOURENÇO, Wilson R.; Cloudsley-Thompson, John L.. (1999). "Discovery of a Sexual Population of Tytius Serrulatus, one of the morphs within the complex Tytius stigmurus (Scorpiones, Buthidae)" (em inglês). The Journal of Arachnology (27): 154-158. Página visitada em 2009-09-20.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

O Oraculo Secreto de Papus - 34 de 36 - O Favor

O Oráculo Secreto de Papus - 34 de 36 - O Favor

Símbolo: A Súplica.



Como fazer da Tábua Astrológica de Papus um oráculo simples, divertido e funcional, que auxilie nas respostas buscadas pelas pessoas?

Em busca de uma solução para este desafio seguem estas 36 postagens, uma por dia, correspondente a cada uma das casas da Tabua Astrológica de Papus, que esperamos sejam de grande utilidade para o estimado leitor.

É importante saber que existem casas e cartas.

As casas são fixas e nunca mudam de lugar.

As cartas são móveis de dependem de embaralhar e distribuir para caírem nas casas.

Da combinação de casas e cartas é que se faz a leitura. Assim é preciso conhecer ambas e qual o resultado da combinação.

É isto que buscamos nesta modesta compilação de informações.
Para jogar este oráculo é preciso marcar sobre uma mesa 36 lugares, uma para cada casa.
Embaralhar um baralho comum e distribui-lo sobre as 36 casas.

Aí começa a leitura.

Para simplificar, consideramos a sigla PaCOtEs - Paus, Copas, Ouros, Espadas

Paus são Bastões, abreviados pela letra B.

Copas são Taças, abreviadas pela letra T.

Ouros são Moedas, abreviadas pela letra M.

Espadas são Gládios (Gladiadores), abreviadas pelas letra G.

O símbolo de 34 - Favor é representado pela Súplica.

Sobre esta casa podemos ter as seguintes cartas T,B,M ou G.

Significado:

T= Favor recebido de ricos - O consulente irá obter um favor pedido a pessoas ricas e influentes.

B= Prudência - O consulente deverá ter prudência a quem pedir um favor.

M= Outros irão prestar um favor.

G= O pedido de favor será sem resultado. O consulente precisará fazer as coisas sozinho, se possível.


Favor é quando uma pessoa ajuda a outra sem nenhum retorno imediato, com a preocupação apenas no bem-estar do coletivo.
O favor também pode ser fornecido por uma empresa ou pelo governo, ou por qualquer instituição coletiva.
Ao receber o favor, é natural a resposta Obrigado, que significa, em sua origem léxica, que o favorecido está obrigado a retribuir o favor no futuro próximo.


terça-feira, 23 de abril de 2013

Musicas gauchas selecionadas por Lala














Musicas gauchas selecionadas por Lala (ao fundo sua irmã Heloisa).

1- https://www.youtube.com/watch?v=-a7e-A2t5U8

Garotos de Ouro - Não chora china véia





2- https://www.youtube.com/watch?v=0SEy0Cl1zD0

To Voltando Pra Ficar...




3- https://www.youtube.com/watch?v=ff1pqHrPQ5I

De Chão Batido (RS)





4- https://www.youtube.com/watch?v=I29CmydovAA

Grupo Minuano Ao vivo O casamento da Doralícia




5- https://www.youtube.com/watch?v=hWG3o_K7Vpw

Os Serranos 03 - Bolicho do Tio Candinho / É Disso Que o Velho Gosta





6- https://www.youtube.com/watch?v=yABTBvCZmEA

Chiquito e Bordoneio 20 - Pra Bailar de Cola Atada




7- https://www.youtube.com/watch?v=-Ike6ZQw1TU

Gritos de Liberdade





8- https://www.youtube.com/watch?v=0VAvuqEB4Xs

Gaúcho - Eu Sou do Sul





9- https://www.youtube.com/watch?v=VtDzVYO-ezM

Alma Serrana - Roda Morena (Chico Porteiro)




10- https://www.youtube.com/watch?v=zLvLzZMinjI

Os Serranos 17 - Tordilho Negro





11- https://www.youtube.com/watch?v=JYx7JTkP2zg

Os Monarcas - O Vento





12- https://www.youtube.com/watch?v=0dECpFg99xg

É sábado o dia - Tchê Barbaridade


O Oraculo Secreto de Papus 33 de 36

O Oráculo Secreto de Papus 33 de 36 - Indiferença

"Quando estamos indiferentes, alguém faz a diferença pela gente."


Como fazer da Tábua Astrológica de Papus um oráculo simples, divertido e funcional, que auxilie nas respostas buscadas pelas pessoas?

Em busca de uma solução para este desafio seguem estas 36 postagens, uma por dia, correspondente a cada uma das casas da Tabua Astrológica de Papus, que esperamos sejam de grande utilidade para o estimado leitor.

É importante saber que existem casas e cartas.

As casas são fixas e nunca mudam de lugar.

As cartas são móveis de dependem de embaralhar e distribuir para caírem nas casas.

Da combinação de casas e cartas é que se faz a leitura. Assim é preciso conhecer ambas e qual o resultado da combinação.

É isto que buscamos nesta modesta compilação de informações.
Para jogar este oráculo é preciso marcar sobre uma mesa 36 lugares, uma para cada casa.
Embaralhar um baralho comum e distribui-lo sobre as 36 casas.

Aí começa a leitura.

Para simplificar, consideramos a sigla PaCOtEs - Paus, Copas, Ouros, Espadas

Paus são Bastões, abreviados pela letra B.

Copas são Taças, abreviadas pela letra T.

Ouros são Moedas, abreviadas pela letra M.

Espadas são Gládios (Gladiadores), abreviadas pelas letra G.

O símbolo de 33 - Indiferença - É a Marionete.

Sobre esta casa podemos ter as seguintes cartas T,B,M ou G.

Significado:

T= Tranquilidade - Tudo está tranquilo. É possível ficar na indiferença ou na zona de conforto.

B= Amigo ruins - Amigos falsos surgirão na vida do consulente que precisará discerni-los.

M= Outras pessoas irão ajudar ao consulente a sair da indiferença.

G= Perdas - Quando a dor de ficar for maior do que a dor de mudar, a gente muda.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

O Oráculo Secreto de Papus Fortuna 32 de 36

O Oráculo Secreto de Papus - Fortuna 32 de 36


O símbolo da fortuna é o Trevo de 4 Folhas.

Como fazer da Tábua Astrológica de Papus um oráculo simples, divertido e funcional, que auxilie nas respostas buscadas pelas pessoas?

Em busca de uma solução para este desafio seguem estas 36 postagens, uma por dia, correspondente a cada uma das casas da Tabua Astrológica de Papus, que esperamos sejam de grande utilidade para o estimado leitor.

É importante saber que existem casas e cartas.

As casas são fixas e nunca mudam de lugar.

As cartas são móveis de dependem de embaralhar e distribuir para caírem nas casas.

Da combinação de casas e cartas é que se faz a leitura. Assim é preciso conhecer ambas e qual o resultado da combinação.

É isto que buscamos nesta modesta compilação de informações.
Para jogar este oráculo é preciso marcar sobre uma mesa 36 lugares, uma para cada casa.
Embaralhar um baralho comum e distribui-lo sobre as 36 casas.

Aí começa a leitura.

Para simplificar, consideramos a sigla PaCOtEs - Paus, Copas, Ouros, Espadas

Paus são Bastões, abreviados pela letra B.

Copas são Taças, abreviadas pela letra T.

Ouros são Moedas, abreviadas pela letra M.

Espadas são Gládios (Gladiadores), abreviadas pelas letra G.

O símbolo de 32 Fortuna é o Trevo de Quatro Folhas.

Sobre esta casa podemos ter as seguintes cartas T,B,M ou G.

Significado:

T= Fortuna - O consulente pode contar com uma fortuna e uma inversão da má sorte no seu propósito.

B= Apoio - O objetivo será alcançado mas precisará de um amigo influente para a sua conclusão.

M= Outros também vão ajudar - O consulente pode contar com a ajuda de outras pessoas.

G= Perdas - Existem penas falhas no processo a fim de atingir o objetivo proposto e que precisam ser corrigidas para evitar perdas.

Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.


Como definir Paixao Amor Sexo e Afeicao

Como definir Paixão, Amor, Sexo e Afeição (Limerence)








Paixão










A paixão (do verbo latino, patior, que significa sofrer ou suportar uma situação dificil) é uma emoção de ampliação quase patológica

O acometido de paixão perde sua individualidade em função do fascínio que o outro exerce sobre ele. 

É tipicamente um sentimento doloroso e patológico, porque, via de regra, o indivíduo perde parcialmente a sua individualidade, a sua identidade e o seu poder de raciocínio.
Índice 
1 Diferenças entre amor e paixão
1.1 Efeitos
1.2 Literatura
1.3 Bases biológicas
2 Bibliografia
3 Ver também
Diferenças entre amor e paixão

O sentimento exacerbado entre duas pessoas é um exemplo de uma paixão. A paixão pode ultrapassar barreiras sociais, diferenças de formação, idades e gêneros. 

A paixão completamente correspondida causa grandiosa felicidade e satisfação ao apaixonado, pelo contrário, qualquer dificuldade para atingir essa plenitude pode trazer grande tristeza pois o apaixonado só se vê feliz ao conseguir o objeto de sua paixão

A paixão é uma patologia amorosa, um superlativo fantasioso da realidade sobre o outro, tendo em vista que o indivíduo apaixonado se funde no outro, ou seja, perde a sua individualidade, que só é resgatada quando na presença do outro. 

Com o passar do tempo, essa intensidade de fusão vai se esvaindo, tendo em vista que a paixão é uma idealização mítica do outro. 

Quando o apaixonado começa a perceber que essa idealização, com o passar do tempo, foi equivocada, porquanto o outro não se comportava dentro do perfil de expectativas idealizado miticamente pelo apaixonado, é gerada uma intensa frustração, que passa a ser vivenciada com intensa irritabilidade pelo então apaixonado. 

Desta forma, o apaixonado vai percebendo o equívoco que cometeu, pela recorrência das frustrações no tocante às suas expectativas fantasiosas pelo outro, objeto da paixão e o processo começa então a regredir, a se inverter, com a paulatina volta e reforço da identidade do ex-apaixonado, que passa a enxergar o outro como ele realmente é, o que, via de regra pode até gerar um sentimento inverso de extrema repulsa, pelos sofrimentos suportados.

Existem pesquisas científicas nesse âmbito, que mostram que a paixão, apesar de intensa e arrebatadora, é um sentimento passageiro. 

Estima-se que a mesma não dure por mais de quatro anos. 

Adolescentes estão mais sujeitos a apaixonarem-se, devido ao pouco conhecimento de mundo entre outras coisas, o que não significa que pessoas de maior idade não estejam passíveis de tal sentimento. 

O que ocorre é que a pessoa adulta, por ter maior conhecimento de mundo, por ter vivenciado maiores experiências, não estará tão sujeita a perder a razão e deixar-se dominar pelo peso do sentimento.
Efeitos
A paixão é um sentimento de desejar, querer, a todo custo "o amor de outro ser ou objeto". 
Necessidade de ver e tocar a pessoa ou objeto por qual se apaixonou, ou ate mesmo saber que aquela pessoa amada tambem gosta dele e está pensando nele.

Deste modo.pode ser um entendido como um "vício" que debilita a mente do indivíduo pois este foca somente a pessoa amada ou objeto artístico nos seus pensamentos sendo todos os outros momentâneos e irrelevantes.

A paixão pode ser um entendido como um "sedativo" que suscita um prazer admirativo pelos detalhes da pessoa amada

Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda