Google Tag Manager

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Qual a musica preferida do Papai Noel

Qual a música preferida do Papai Noel?









A música preferida do Papai Noel e todo o mundo é Jingle Bells, cantada em várias versões.

Segue aqui um vídeo com a seleção das melhores musicas de todo o mundo. São 30 minutos de pura diversão. Confira!



O vídeo aborda Andre Rieu, Original Jingle Bells, Disney, Tintilar, Bate o Sino, e versões em húngaro e esperanto.

Bom Divertimento,








Feliz Natal,

Ho Ho Ho
Hul a hô,
Cai a Neve...







domingo, 25 de agosto de 2013

Papai Noel Purgly 2013 um ensaio para a APAE de Indaial

Papai Noel Purgly 2013
Um ensaio para a APAE de Indaial, SC


Neste Natal de 2013 estou me preparando para ser Papai Noel das crianças da APAE de Indaial.

Para mim isto é grande desafio e uma grande responsabilidade.

A ideia surgiu graças ao meu incondicional amigo Silvio Uliano, já Papai Noel em Blumenau há muitos anos.

Ser um bom Papai Noel, um excelente Papai Noel, um Papai Noel original, pede treino, preparo, sorte, biotipo, vestuário, e sobre tudo, um Incondicional Amor ás Crianças na certeza de que o Espirito do Natal e a magia e o encantamento de Santa Claus se farão presentes, acima de todas as dores e dificuldades.

O Pai Celestial me deu em 2012 um grande presente: uma barba macia e branca como a neve e um cabelo branquinho e cacheado, que faz a alegria das crianças. Foi uma descoberta casual, mas que faz inveja para muitos "papais noeis" profissionais.

Hoje de manhã, um domingo chuvoso e triste, estava comprando pão na padaria da Cooper de Indaial, deambulando com minhas muletas, vestido normalmente, com calça jeans e camiseta, quando de repente uma criança sentada no carrinho de compras, com aproximadamente 3 anos de idade começou a gritar animada: Papai Noel!, Papai Noel!, e dava tchauzinho e puxava a camisa da mamãe, para apontar para mim e compartilhar sua descoberta.

Confesso que fiquei com os olhos marejados de lágrimas, e fiz sinal de silêncio com o dedo nos lábios.
- Psiu, o Natal é no final do ano. Estou disfarçado. Só estou observando.

Que instante maravilhoso!

Não existe dinheiro que pague o brilho nos olhos dessa criança pela magia do Natal. É muito bom poder fazer parte, nem que seja um pouco, de tudo isto.Muito obrigado, Senhor Deus, por ter permitido eu ter tido esta experiência.

No meu caso, ser Papai Noel pede cuidados especiais com medicação e autorização dos médicos além de extremos cuidados para evitar ainda mais de danificar ou lesionar a coluna vertebral e assim sentir muito mais dores, mas, ser o Bom Velhinho, nem que seja por alguns minutos, compensa todos os esforços.

Fico aqui pensando que musica cantar para eles?

Nas minhas pesquisas sobre a origem de Mikulás, o Papai Noel da minha infância, que trazia moedas douradas com chocolate no seu dia, 6 de dezembro, antecipando a vinda do Menino Jesus e do Natal, me levou para a Finlândia, para o Círculo Polar Ártico, onde Papai Noel recebe seus amigos durante o ano.

A expressão Ho Ho Ho, vem de Hul a Hó (Hô fechado em português), que quer dizer cai a neve, em húngaro. Hul a Hó, Hul a Hó, cai a neve, cai a neve e que delícia cantar e passear de trenó.

Jingle Bells, a música preferida o Papai Noel é cantada e vários idiomas com centenas de variações.
Bate o Sino, a versão brasileira foi criada em 1950.

Para quem fala húngaro, a versão original leva a emoções além da compreensão.

Resolvi então cantar Jingle Bells em Esperanto, a Língua da Esperança sobre um playback de variação musical do húngaro.  Tintilar, como as batidas dos guizos e sinos de Natal, é o nome de Jingle Bells em Esperanto e sua letra é bem mais fácil de compreender e de aprender a cantar também.

Segue abaixo a musica em húngaro, para mostrar sua sonoridade.

Muito obrigado a todos que estão me ajudando neste projeto, muito importante para a minha vida. Com a sua ajudar será possível realizar este sonho.

Feliz Natal!
Felicxan Kristnaskon!
Boldog Karácsonyt kívánok.

Hul a hó, hul a hó
Ho Ho Ho.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Papai Noel e um extraterrestre

Papai Noel é um Extraterrestre







Dentre os avistamentos de OVNIs relatados por astronautas destaca-se o encontro dos tripulantes da missão Apollo 8 com extraterrestres, em 24 de dezembro de 1968. 

Os astronautas Borman, Lovell e Anders tinham a missão de fazer o primeiro vôo de circunavegação lunar e, já na primeira volta, notaram algo diferente numa cratera lunar, mandando esta estranha mensagem:

 “Temos o prazer de informar ao presidente dos Estados Unidos, às nossas famílias e à NASA que Papai Noel realmente existe. Ele é enorme, esférico e muito brilhante. Parece estar acompanhando-nos em vôo paralelo”, disse Borman. 

Esta transmissão só veio a público graças a radioamadores que captaram a mensagem. 

Em código previamente estabelecido pela NASA “Papai Noel” significa OVNI.

Quanto à histórica chegada do Homem à Lua, os astronautas observaram outras naves pousadas, algumas dentro de crateras. Uma delas estava no local exato onde o módulo lunar deveria descer, o que obrigou os astronautas a pousar num ponto diferente do que havia sido planejado. 

A NASA alega que a mudança no local de pouso deveu-se a problemas temporários num dos computadores de bordo do módulo lunar.
“Esses bebês são enormes. Enormes! Vocês não acreditariam nisso. 
Estamos lhes dizendo que há outras espaçonaves lá fora e elas estão alinhadas. 
Estão na Lua, nos esperando!” Centenas de radioamadores captaram estas palavras de Neil Armstrong ao pousar no solo lunar em 20 de julho de1969. 
Maurice Chatelain, que trabalhou na NASA como especialista em comunicações, confirma que Armstrong viu os dois OVNIs na Lua. 

Chatelain afirmou que as transmissões da Apollo11 foram interrompidas várias vezes para que a NASA tivesse condições e esconder as notícias do público, censurando as falas dos astronautas. 

Há quem garanta que, quando o módulo lunar pousou, Neil Armstrong teria recebido ordens para não sair do aparelho. Movido pela curiosidade acabou descendo e foi desligado do Programa espacial.

Em agosto de 1996, jornais divulgaram uma série de fotos que teriam vazado dos arquivos da NASA. 

Eram fotos de OVNIs descobertas por Richard Hoagland, que declara abertamente que a NASA esconde informações sobre a Lua. Essa opinião também é compartilhada por Edgar Mitchell, comandante da Apollo5.
 “Vi documentos em que os Estados Unidos investigaram a presença extraterrestre e decidiram não revelar por acreditar que a maioria da Humanidade ainda pensa que somos o centro do universo” comentou.

Ho Ho Ho Hull a hó

Ho Ho Ho Hull a hó

Ho Ho Ho, Cai a Neve

Hull a pelyhes fehér hó



Menybol az Angyal

Tintilar estas Jingle Bells en Esperanto

Tintilar estas Jingle Bells en Esperanto

Check out this


http://www.youtube.com/watch?v=AlFnQxZ0Mak

+

Tintilar', tintilar'
Tintu sur la voj' 
Rajdi en glitveturil', 
Ho, kia granda ĝoj'.... 

Tintilar', tintilar
Tintu sur la voj' 
Rajdi en glitveturil', 
Ho kia granda ĝoj'.... 

Glitante sur la negx'
Malantaux sol'-cxeval'
Rapide iras ni,
Sur kampo kaj en val'...

Sur la cxevala vost'
Gajigas tintilar'
Glitado kaj kantado 
Estas gxojo sen kompar'.

Ho, tintilar', tintilar',
Tintu sur la voj',
Rajdi in glitveturilo
Kia granda gxojo!

Ho, tintilar', tintilar',
Tintu sur la voj',
Rajdi in glitveturilo
Kia granda gxoj'.

Semajnon antaux nun,
Glitrajdi iris ni,
Frauxlino Fanjo Brajt,
Kaj, tutapude, mi.

Sed nian ĉevalaĉon
Trafis malfeliĉ':

Ĝi tiris nin sur neĝ-montet' 
Kaj sekvis renversiĝ'!

(Ho!) Tintilar', tintilar',
Tintu sur la voj';
Rajdi en glitveturil', 
Ho kia granda ĝoj-o!

Tintilar', tintilar', 
Tintu sur la voj';
Rajdi en glitveturil', 
Ho kia granda ĝoj'.



Veja tambem Jingle Bells em outros idiomas:

Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

O que e vergonha

O que é vergonha?





Vergonha
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Vergonha


A vergonha, por Goya:

Por haber nacido en otra parte(1808-1814, Madri).

Vergonha é uma condição psicológica

e uma forma de controle religioso, político, judicial e social,

consistindo de ideias, estados emocionais,

estados fisiológicos e um conjunto de comportamentos,

induzidos pelo conhecimento ou consciência

de desonra, desgraça ou condenação. 


O terapeuta John Bradshaw conceitua a vergonha

como a "emoção que nos deixa saber que somos finitos".

Índice
1 O ato de envergonhar
1.1 Sendo envergonhado
1.2 Vergonha de si mesmo
2 Caracterizando a vergonha
2.1 Vergonha × culpa
2.2 Vergonha × embaraço
2.3 Vergonha tóxica
2.4 Vergonha religiosa
2.5 Vergonha substituta
3 Vergonha na sociedade
4 Ver também
5 Leituras adicionais
6 Ligações externas


O ato de envergonhar
Sendo envergonhado

Envergonhar é induzir a vergonha em outrem,

atacando ou destruindo a dignidade pessoal

de uma pessoa ou grupo.

A vergonha pode ser induzida verbalmente pelo ridículo,

insultos ou pela exposição pública da vulnerabilidade

ou fraqueza de uma pessoa ou grupo;
e fisicamente por ataques, estupro e espancamento.

 Ações que visam provocar vergonha
 atacam e diminuem a dignidade humana
 de uma pessoa ou grupo e os separam
 do restante da humanidade.

Quando alguém diz
 "você devia ter vergonha de si mesmo",
 freqüentemente querem dizer que
 o alvo cometeu algo que eles acreditam,
certo ou erradamente, como sendo vergonhoso.

 Algumas vezes abreviado como "Que vergonha!",
 esta forma de envergonhar desonra
 o alvo como ser humano,
 em vez do fato em si mesmo.

Visto que a vergonha é uma condição complicada
 e freqüentemente tabu,
 as pessoas muitas vezes confundem
 vergonha com culpa quando envergonham outros.
 Adicionalmente, para aqueles que
 se importam com a dignidade humana,
 é sempre importante separar a falsa
 condenação da culpa genuína, visto que a vergonha
 especiosa é freqüentemente usada como forma de agressão relacional contra pessoas inocentes.

Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.



Vergonha de si mesmo

É também possível envergonhar-se a si próprio com formas genuínas ou falsas de auto-condenação. Numa forma gráfica, o filmecanadense Black Robe mostra um padre católico que se auto-flagela por ter desejos proibidos. Outra forma de vergonha própria ocorre em pessoas que conectam sua auto-avaliação interna com condições externas como em "eu perdi, portanto, eu sou um perdedor", "ele me rejeitou, portanto, eu não sou bom" ou "fomos atingidos por um maremoto, portanto, nós estávamos errados". Visto que a vergonha de si mesmo depende de ideologias internalizadas do tipo envergonhado × descarado.

A vergonha de si mesmo pode ser internalizada como identidade após um ultraje. Uma pessoa pode sentir que sua dignidade foi permanentemente perdida, seja por fazer parte de um grupo que é socialmente estigmatizado ou por vivenciar ultraje ou ridículo. As crianças são especialmente vulneráveis à formação de uma identidade de vergonha própria durante seu desenvolvimento.

Caracterizando a vergonha
Vergonha × culpa

Não há distinção-padrão entre vergonha e culpa. A antropóloga cultural Ruth Benedict descreve a vergonha como uma violação de valores culturais e sociais enquanto sentimentos de culpa emergem de violações de valores internos. É possível sentir-se envergonhado de pensamentos ou comportamentos que ninguém saiba bem como sentir-se culpado por ações que ganham a aprovação de outros. Todavia, em Facing Shame, os terapeutas Fossum e Mason declaram que "enquanto a culpa é um sentimento doloroso de remorso e responsabilidade pelas ações de alguém, a vergonha é um sentimento doloroso sobre alguém enquanto pessoa". A vergonha é necessária para estabelecer limites, na infância, visto que crianças pequenas são incapazes de associar causa e efeito por si mesmas. Todavia, quando as crianças se tornam mais capazes de julgar suas próprias ações, a culpa se torna a formadora da consciência. Embora, em geral, a culpa guie as consciências dos adultos, a vergonha intrínseca está freqüentemente presente nos adultos também.

Vergonha × embaraço

A vergonha difere do embaraço no quesito de que não envolve necessariamente humilhação pública: alguém pode sentir vergonha por um ato que apenas a própria pessoa conhece, mas para que se sinta embaraçado, suas ações têm de ser reveladas a outrem. Também, a vergonha carrega a conotação de uma resposta à condições que são consideradas moralmente erradas; por outro lado, alguém pode sentir-se embaraçado a respeito de ações que são moralmente neutras mas socialmente inaceitáveis (tais como um acidente). Outro ponto de vista sobre a diferença entre vergonha e embaraço é que as duas emoções jazem num continuum e somente diferem em intensidade. O desejo de entrar num buraco e sumir das vistas, para se esconder dos olhares daqueles que testemunharam o embaraço ou humilhação de alguém é comum a ambos. 

Vergonha tóxica

Psicólogos usam freqüentemente o termo vergonha "tóxica" para descrever vergonha falsa, e portanto, patológica. O terapeuta John Bradshaw declara que a vergonha tóxica é induzida, nas crianças, por todas as formas de abuso infantil. Incesto e outras formas de abuso sexual de crianças podem causar vergonha tóxica particularmente grave. A vergonha tóxica frequentemente induz o que é conhecido como trauma complexo em crianças que não podem lidar com a vergonha tóxica quando ela ocorre e que dissociam a vergonha até que seja possível lidar com isso.

A vergonha (e o envergonhar) está frequentemente associada com a tortura. É também uma característica central da punição, expulsão ou ostracismo. Em acréscimo, a vergonha é freqüentemente vista em vítimas de abandono, abuso e uma hoste de outros crimes contra as crianças. O incesto parental é considerado a forma definitiva de envergonhamento por psicólogos infantis.

Vergonha religiosa

Vergonha é um tema-chave (se controverso) em religião. Religiões que afirmam que somente Deus ou outros seres espirituais são perfeitos neste sentido, atribuem um certo tipo de vergonha aos seres humanos. Em muitos casos, esta vergonha está associada com a sexualidade e outras características carnais dos seres humanos, embora outros possam arguir que somente as expressõespecaminosas destas características devessem ser motivo de vergonha.

A fé religiosa pode criar a base para a vergonha porque esta reflete ideias internalizadas quanto ao que é certo e apropriado e sobre o que é errado e impróprio. Isto significa que técnicas de tortura que visem envergonhar seguidores de uma determinada religião podem meramente excitar outras pessoas (por exemplo, nudez). Contrariamente, religiões podem associar honra com certos comportamentos (por exemplo, martírio no Cristianismo, véus no Islão) que outros consideram vergonhosos. As ideias e a força com as quais ideias religiosas (e outras) são mantidas parecem influenciar se a vergonha ocorre e em que grau, sobre um determinado assunto.

Vergonha substituta

Os psicólogos introduziram recentemente a noção de vergonha substituta, a qual se refere a experiência de se envergonhar no lugar de outrem. Indivíduos variam em sua tendência de experimentar vergonha substituta, a qual está relacionada à neurose e a tendência de experimentar vergonha pessoal. 

Pessoas extremamente propensas a envergonhar-se podem mesmo experimentar vergonha da vergonha substituta: vergonha em relação a uma pessoa que por sua vez sente vergonha no lugar de uma terceira pessoa (ou possivelmente no lugar do próprio indivíduo).

Vergonha na sociedade

Geralmente, a vergonha é também considerada um dos pilares da socialização em todas as sociedades. Ela é amparada em precedentes legais como um pilar de punição e correção ostensiva.

A vergonha tem sido vinculada ao narcisismo na literatura psicanalítica. 

Ela é uma das emoções mais intensas. 

O indivíduo que a experimenta pode sentir-se totalmente desprezível, inútil e sentir que não há redenção.

De acordo com a antropóloga Ruth Benedict, as culturas podem ser classificadas por sua ênfase em usar vergonha ou culpa para regular as atividades sociais de seus membros. 

Algumas culturas asiáticas, China e Japão por exemplo, são consideradas culturas da vergonha.

 As culturas européias e americanas modernas, como a dos Estados Unidos, são consideradas culturas da culpa. 

Por exemplo, a sociedade tradicional japonesa e a da Grécia Antiga são por vezes ditas serem "baseadas na vergonha" em vez de "baseadas na culpa", visto que as conseqüências sociais de "ser apanhado" são vistos como mais importantes do que os sentimentos do indivíduo ou experiências do agente.

A violação das opiniões compartilhadas e comportamentos esperados de um indivíduo causam o sentimento de vergonha pela reprovação associada e dessa forma são muito eficientes em pautar o comportamento de um grupo ou sociedade.

A vergonha é a forma favorita de controle usada pelas pessoas que cometem a "agressão relacional", também conhecida (incorretamente) como "bullying feminino". 

Ela é uma arma potente no âmbito do casamento, da família e da religião. Ela é também utilizada nos locais de trabalho como uma forma de controle social ou agressão dissimulada.

Ver também

O Wikiquote possui citações de ou sobre: Vergonha
Bullying
Modéstia
Leituras adicionais
BRADSHAW, John. Healing the Shame That Binds You, HCI, 1988.
FOSSUM, Merle e MASON, Marilyn. Facing Shame: Families in Recovery, W.W. Norton, 1986.
KAUFMAN, Gershen. Shame: The Power of Caring, 3ª edição, Schenkman Books, Rochester, VT, 1992.
MIDDELTON-MOZ-Moz, Jane. Shame and Guilt: Masters of Disguise, HCI, 1990.

Ligações externas
Bullying In the Family (em inglês)
Entendendo Vergonha e Humilhação na Tortura (em inglês)
Ocultando da Humanidade: Desgosto, Vergonha e a Lei (em inglês)
Vergonha (em inglês)
Vergonha e Psicoterapia (em inglês)

v • eAfetos, emoções e sentimentos
Agressividade · Afetividade · Aflição · Alegria · Altruísmo · Ambivalência · Amizade · Amor · Angústia · Ansiedade · Antipatia · Antecipação · Apatia ·Arrependimento · Arrogância · Autopiedade · Bondade · Carinho · Compaixão · Confusão · Ciúme · Constrangimento · Coragem · Culpa · Curiosidade ·Contentamento · Depressão · Desapontamento · Deslumbramento · Dó · Decepção · Dúvida · Egoísmo · Empatia · Esperança · Euforia · Entusiasmo ·Epifania · Fanatismo · Felicidade · Frieza · Frustração · Gratificação · Gratidão · Gula · Histeria · Hostilidade · Humor · Humildade · Humilhação · Incômodo ·Inspiração · Interesse · Indecisão · Inveja · Ira · Isolamento · Luxúria · Mágoa · Mau-humor · Medo · Melancolia · Negoísmo · Nojo · Nostalgia · Ódio ·Orgulho · Ostentação · Paixão · Paciência · Pânico · Pena · Piedade · Prazer · Preguiça · Preocupação · Raiva · Remorso · Repugnância · Resignação ·Saudade · Schadenfreude · Simpatia · Soberba · Sofrimento · Solidão · Surpresa · Susto · Tédio · Timidez · Tristeza · Vergonha

Categorias:
PsicologiaEmoções

sábado, 17 de agosto de 2013

Endereco do Papai Noel ( Joulupukki) no Circulo Artico

Endereço do Papai Noel no Círculo Ártico, Finlândia








Santa Claus

FIN-96930 Arctic Circle

Rovaniemi - Finlândia





http://www.santaclausoffice.fi


Foto: Papai Noel em sua casa com um duende na Finlândia, na cidade de Rovaniemi, Circulo Polar Ártico.


Nome do Papai Noel em finlandês: Joulupukki


Veja a saudação mágica para uma criança de Quebec, Canadá.

http://www.youtube.com/watch?v=JHC1mOWsJ1E


Veja a casa do Papai Noel na Finlândia, onde ele recebe seus amigos o ano todo.
http://www.youtube.com/watch?v=qI4PZKPz30I


Joulupukki ja kirje Aleksilta, osa 3

Nova reportagem do dia a dia de Papai Noel no mês de agosto de 2013



O nome do Papai Noel em Finlandês é Joulupukki

Veja o cumprimento do Papai Noel em 2013

Santa's Greeting






Feliz Natal 2013 Jingle, Bells O que quer dizer gingou bel

Feliz Natal 2013 Jingle Bells Bate o Sino













Bate o sino


Bate o sino pequenino,
Sino de Belém,
Já nasceu Deus menino
Para o nosso bem.

Paz na terra pede o sino
Alegre a cantar
Abençoe Deus Menino
Este nosso lar.

Hoje a noite é bela,
Vamos eu e ela,
Juntos na capela,
Felizes a rezar.

Ao soar o sino,
Sino pequenino,
Vem o Deus menino
Nos abençoar.

Vamos minha gente,
Vamos à Belém.
Vamos ver Maria
E Jesus também!

Já deu meia noite,
Já chegou o Natal,
Já bateu o sino,
Lá na catedral.

Hei!


Jingle, Bells
J. Pierpont


Versão infantil brasileira:

Gingou bel,
Gingou bel,
Acabou o papel.

 Não faz mal, 
Não faz mal,
Um Feliz Natal!

O Natal tá caro,
Caro pra chuchu,

Como é que eu vou fazer,
Para cantar meu gingou bel,

Gingou bel...


Let's Sing the original and complete version?

Vamos cantar a versão original e completa?








Jingle, Bells!
O tinir dos sinos!
J. Pierpont

Dashing through the snow
Cortando a neve em risco

In (a one-) horse open sleigh,
Num treno aberto de um cavalo

Over (the) fields we go
Ao longo dos campos nós vamos


Laughing all the way;
Rindo por todo o caminho;

Bells on bob-tail ring;
Sinos tocam no rabo do Bob, (do cavalo)

Making (our) spirits bright;
Fazendo nossos espíritos brilhar;

What fun it is to ride and sing
Como é divertido montar e cantar

A sleighing song tonight!
Uma canção de trenó, hoje a noite!

Chorus
Refrão

Jingle, bells! Jingle, bells!
Tinir dos sinos! Tinir dos sinos!

Jingle all the way!
Tocam por todo o caminho!

Oh, what fun
Oh, que divertido

It is to ride
Que é montar

In (a) one horse open sleigh!
Num aberto trenó movido por um cavalo!

A day or two ago
Um ou dois dias atrás 

I thought I'd take a ride
Pensei em fazer um passeio

And soon Miss Fanny Bright
E logo a Senhorita Engraçada e Brilhante

Was seated by my side.
Estava sentada ao meu lado.

The horse was lean and lank
O cavalo era magro e esguio

Misfortune seemed his lot
Infortúnio parecia ser seu lote

We got into a drifted bank
Encalhamos em um banco de neve a deriva


And then we got upsot.
E aí ficamos aborrecidos.

Refrão

A day or two ago,
Um ou dois dias atrás,

The story I must tell
Preciso contar a história

I went out on the snow,
Eu saí na neve,

And on my back I fell;

E pelas minhas costas eu percebi;

Refrão

A gent was riding by
Um senhor estava passando por ali,
(Papai Noel)

In a one-horse open sleigh,

Em um trenó de cavalo aberto,

He laughed as there I sprawling lie,

Ele ria enquanto eu espalhava a noticia
rápido como a mentira (Ho Ho Ho),

But quickly drove away.
Mas rapidamente ele conduziu o trenó embora.

Refrão.

Now the ground is white
Agora o chão está branco

Go it while you're young,
Aproveite enquanto você é jovem

Take the girls tonight
Pegue as garotas esta noite

and sing this sleighing song;
e cante esta canção de trenó:

Refrão

Just get a bobtailed bay
apenas pegue um cavalo de rabo
chamado Bob e coloque a sela

Two for tyc' as for his speed
Em dois para se ligar na sua velocidade

And hitch him to an open sleigh
E atrele-lo a um trenó aberto

And crack! you'll take the lead.

E com um estrondo! Você assume a liderança.
Para saber mais, ver e ouvir as musicas no Youtube, clique em Mais informações, abaixo.


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Santa Claus Purgly 2013 Papai Noel e significado de luvas

Olá Veja algumas fotos de corpo inteiro (sem as luvas)
Santa Claus Purgly 2013 Papai Noel





























Luvas , significado
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Luva


Mulher com luvas, pintura de Toulouse-Lautrec.

Luvas é uma vestimenta que cobre as mãos, punho e parte do antebraço

Pode ter proteção em aço inox que protege as mãos contra cortes indevidos em facas, lâminas ou outros objetos cortantes de todos os tipos.

Índice 

1-Tipos de luva

As luvas podem ser usadas nos esportes, como luvas de boxeluvas de esgrima, luvas de beisebol e luvas de goleiro.

Existem também as luvas descartáveis, usadas por pessoas que lidam com produtos de limpeza ou profissionais da área da saúde.

Galeria



Antigas luvas de cetimfemininas.



Luvas de Boxe



Luva de PVC



Luva de esgrima.



Luvas sem dedo, para dirigir.



Luvas de basebol.



Luvas para prevenção contra lesão por esforço repetitivo.



Luvas de couro.



Luvas de para proteger do frio.

Luvas de goleiro.


Etimologia


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:

O substantivo luva deriva do vocábulo da língua gótica glova.

1Referências

Verbete "luva" do dicionário Priberam

veRoupas e acessórios
Roupa formal CasacaFraqueSmokingTerno/Fato
Roupas para o tronco PaletóColeteCamisa (PoloregataCamisetaBlusa) • SobretudoCasacoMacacãoJaquetaKispoPerfecto
Roupas para as pernas Calça (BermudaJeansShortSarouelLegging) • Saia (MiniKilt)
Vestidos Vestido (NoivaChemise)
Trajes/Uniformes FardaBecaLibréJalecoPijamaCamisola
Acessórios e joias CintoBottom • Luvas • LequeCarteiraAnelColarBraceleteBrincoGargantilhaBolsaBrocheMiçangaBolsa femininaCachecolGravataPlastronMeiaMeia-calçaAventalBolsa masculinaMalaMochilaLençoPingenteRelógioPulseira
Roupas de baixo CuecaLingerie (CalcinhaSutiãTapa-sexoEspartilho) • SungaBiquíniTangaMaiôPasties
Calçados TênisBotaChuteiraCoturnoChineloSandáliaSapatoSalto-altoTamancoPantufaSapatilhaAlpargataBota femininaGalochaMocassim
Partes da roupa VelcroBotãoZíperCadarçoGola
Cabeça ChapéuTurbanteBonéBandanaCoroaPerucaCartolaBoinaFedora (chapéu)GorroPanamá (chapéu)QuepeViseira
Materiais AlgodãoJeans (Sarja) • PelesCouroNylonPoliésterSeda
Outros Gola alta

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda